quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

1,2,3 testando

fgsdfgdsfgdfgdfgdfgdfgdfffffffffffffffffffffffffffffffffffffffff





dsfgdfgdfgdfgdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

A nova reforma Protestante (Trecho)


A nova reforma Protestante (Trecho)

Inspirado no cristianismo primitivo e conectado à internet, um grupo crescente de religiosos critica a corrupção neopentecostal e tenta recriar o protestantismo à brasileira

RICARDO ALEXANDRE

Confira a seguir um trecho dessa reportagem que pode ser lida na íntegra na edição da revista Época de 9/agosto/2010.

Almeida Dias



















EM CONSTRUÇÃO
Ilustração de um monumento em forma de cruz

Irani Rosique não é apóstolo, bispo, presbítero nem pastor. É apenas um cirurgião geral de 49 anos em Ariquemes, cidade de 80 mil habitantes do interior de Rondônia. No alpendre da casa de uma amiga professora, ele se prepara para falar. Cercado por conhecidos, vizinhos e parentes da anfitriã, por 15 minutos Rosique conversa sobre o salmo primeiro (“Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios”). Depois, o grupo de umas 15 pessoas ora pela última vez – como já havia orado e cantado por cerca de meia hora antes – e então parte para o tradicional chá com bolachas, regado a conversa animada e íntima.
Desde que se converteu ao cristianismo evangélico, durante uma aula de inglês em Goiânia em 1969, Rosique pratica sua fé assim, em pequenos grupos de oração, comunhão e estudo da Bíblia. Com o passar do tempo, esses grupos cresceram e se multiplicaram. Hoje, são 262 espalhados por Ariquemes, reunindo cerca de 2.500 pessoas, organizadas por 11 “supervisores”, Rosique entre eles. São professores, médicos, enfermeiros, pecuaristas, nutricionistas, com uma única característica comum: são crentes mais experientes.
Apesar de jamais ter participado de uma igreja nos moldes tradicionais, Rosique é hoje uma referência entre líderes religiosos de todo o Brasil, mesmo os mais tradicionais. Recebe convites para falar sobre sua visão descomplicada de comunidade cristã, vindos de igrejas que há 20 anos não lhe responderiam um telefonema. Ele pode ser visto como um “símbolo” do período de transição que a igreja evangélica brasileira atravessa. Um tempo em que ritos, doutrinas, tradições, dogmas, jargões e hierarquias estão sob profundo processo de revisão, apontando para uma relação com o Divino muito diferente daquela divulgada nos horários pagos da TV. 



Estima-se que haja cerca de 46 milhões de evangélicos no Brasil. Seu crescimento foi seis vezes maior do que a população total desde 1960, quando havia menos de 3 milhões de fiéis espalhados principalmente entre as igrejas conhecidas como históricas (batistas, luteranos, presbiterianos e metodistas). Na década de 1960, a hegemonia passou para as mãos dos pentecostais, que davam ênfase em curas e milagres nos cultos de igrejas como Assembleia de Deus, Congregação Cristã no Brasil e O Brasil Para Cristo. A grande explosão numérica evangélica deu-se na década de 1980, com o surgimento das denominações neopentecostais, como a Igreja Universal do Reino de Deus e a Renascer. Elas tiraram do pentecostalismo a rigidez de costumes e a ele adicionaram a “teologia da prosperidade” (leia o quadro na última pág.). Há quem aposte que até 2020 metade dos brasileiros professará à fé evangélica.


Almeida Dias





















  Reprodução

sexta-feira, 30 de julho de 2010

O PÉ DE ACEROLA

O PÉ DE ACEROLA

O machado já está posto à raiz das árvores, e toda árvore que não der bom fruto será cortada e lançada ao fogo. Mateus 3: 10

Na frente de casa tem um pé de acerola, plantado a mais ou menos 15 anos pela minha sogra e que só começou dar frutos nos últimos 2 anos. E não foi qualquer acerola que veio não, essas são grandes, bonitas, de um vermelho forte e cativante, além de saborosas. Entre a primavera e o verão seus galhos ficam tão carregados, que todo dia colhemos sacolas cheias, sem contar as que os passarinhos comem e as muitas que caem no chão.

Presenciando a abertura de uma nova igreja, lembrei daqueles que cobram e esperam por uma igreja grande com muitos membros e questionam, ...como pode existir uma igreja com tantos anos de existência que ainda não tem em seu rol de membros mais de quinhetos, mil ou cinco mil irmãos?

Há igrejas que surgem, isso ancontece já algum tempo, com uma mensagem equivocada as escrituras. Falando de coisas que Deus não falou e prometendo coisas que Deus não prometeu. Iniciam seus trabalhos com poucos membros, mas vão enchendo o templo com um evangelho vázio onde se prega o que pessoas em desespero de causa querem ouvir. Tais igrejas com milhares de frequentadores, são como os rios africanos, grandes em extensão mas com pouca profundidade.

O que se espera de uma nova igreja é o comprometimento com o evangelho de fato, com o desafio a cada um que lê ou ouve, de renunciar uma vida de pecados e nascer de novo cheio do Espírito Santo, e os problemas, que eventualmente leva aquele a procurar uma igreja, seja para que no futuro testemunhem a Glória de Deus e não uma forma de barganhar, o toma-lá da cá, do tipo "vim pra igreja Senhor, agora faça a sua parte..." ou, "aqui está o dízimo, espero dessa forma ficar rico".

Como o pé de acerola, não importa o tempo que leve para que dê frutos, o importante é o cuidar Deus e daqueles a quem o Senhor entregou o trabalho, não deixar que a árvore cresça fraca pela falta de nutrientes, pois, quando os frutos vierem serão dignos de pertencerem ao Reino de Deus.
Porque a qualidade dos frutos faz diferença sim.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

RETROSPECTIVA DE 1 ANINHO DO ARTHUR



Meu sobrinho Arthur fez 1 aninho dia 22 de julho e fiz essa retrospectiva pra ele.

Abraço

AlexandreAAnjos

sábado, 17 de julho de 2010

CONSEGUIR O VISTO

CONSEGUIR O VISTO

"Nem todo aquele que me diz: 'Senhor, Senhor', entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Mateus 7:21

Atualmente o Brasil é o campeão em autorizações para entrar no Estados Unidos, a ponto do consulado americano em São Paulo ganhar um prêmio da Disney pelo feito. Isso se deve a melhor situação economica dos pretendentes e com a moeda brasileira (o Real) em alta, há uma demanda maior por viagens para diversas cidades americanas.
Mas, apesar do consulado garantir que 96% dos que solicitam o visto de entrada conseguem a autorização, não é fácil obte-lá. Deve-se em primeiro lugar preencher um cadastro pela Internet, cheio de perguntas aguardar mais ou menos 40 dias para a entrevista, caso as respostas não estiverem de acordo com o que é pré-determinado pelo software usado para filtrar informações, as questões duvidosas ficam em destaque, na
hora da entrevista, o entrevistador poderá pedir detalhes sobre essas questões e solicitar comprovantes para tudo o que foi respondido. Pode-se rejeitar qualquer pedido sem que se dê nenhuma satisfação ou
esclarecimento pela negativa, os entrevistadores tem total autonomia para decidir.
Já pensou se tivermos que passar por isso no dia do Juízo Final? Preencher um formulário com perguntas sobre toda a nossa existência, e imagine sendo entrevistado por anjos, com autonomia decidir, e em caso de dúvida sobre qualquer questão, não conceder autorização para entrar.
Eu não sei qual será a porcentagem dos que solicitarem para entrar no Reino dos Céus irão conseguir, mas uma coisa é certa, somente aqueles que procurarem a Jesus Cristo, sendo em vida verdadeiros cristãos terão
chances alcançar esse objetivo e ver seus ‘questionários’ aprovados, ele é o ‘consul’ do Reino dos Céus nesse mundo, e para que todos tenham permissão, ele pagou um alto preço entregando sua própria vida prol de muitos.

Abraço, até a próxima....

Alexandre A Anjos

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Meu Aniversário

Meu Aniversário

“Eu não posso entender
Essa vida tão injusta
Não vou fingir que já parou de doer
Mas um dia isso vai acabar…” Nando Reis
Vinte e nove do outubro para mim sempre foi um dia qualquer, bem, pelo menos eu sempre quis que fosse. O fato é que durante toda minha vida (toda minha vida) nunca comemorei meu aniversário, as pessoas que me cercam que sim. Lembro-me que quando criança, no humilde mas feliz lar em que cresci, nunca tive uma ‘big festa’ de aniversário. Eram sempre os mesmos filhos dos vizinhos (6 amiguinhos para ser mais exato), minha mãe preparava seus deliciosos e tradicionais bolinhos de carne, um prato de brigadeiros, algumas garrafas de refrigerante e um bolo com cobertura de chantilly que meu pai trazia da Leite Paulista onde trabalhava. Recebia abraços, beijos e palavras carinhosas, vestia roupa nova, cantávamos o ‘parabéns pra você’ , e nunca vi muito sentido nisso, milhões de crianças passam fome todos os dias e que aniversário para essas, é sim razão para se comemorar.
Hoje já imagino o dia, caixa de e-mail com alguns cartões enviados friamente e automáticos pelos sites onde tenho cadastro, alguns scraps de pessoas que não me desejarão pessoalmente (mesmo que me encontrem) o que escreverão no Orkut, Facebook, Myspace, Twitter…, a galera daqui da firma que só irá cantar parabéns para me deixar irritado pois sabem que não gosto disso, pessoas que diariamente passam por mim e não respondem ao meu bom dia hoje, vão querer me parabenizar e outras situações que tenho medo até de lembrar, como por exemplo, esses carros de mensagens, Deus me livre!
Agradeço à Deus todos os dias, considero isso o que realmente é aniversário, poder acordar diariamente com saúde, disposição para trabalhar, me divertir e um montão de idéias para por em prática, falar com o próximo ao encontrá-lo com mesma alegria como se fosse seu aniversário, sendo ou não.
Mas também acho que virá as felicitações sinceras daqueles que fazem a diferença no meu dia-a-dia, minha esposa, meus pais e outros que muito além de comemorar o dia de hoje desejam minha felicidade todos os dias como imagino que deve ser.
Parabéns pra você também, que o dia de hoje seja ricamente abençoado pelo meu Deus na sua vida tão quanto será na minha.
Abraço